Mais por menos: Lady Dior

Conhecem a Lady Dior? Criada, inicialmente, como Chouchou, em 1997, foi rebatizada de Lady Dior em homenagem a Lady Di. Símbolo de prestigio de nobreza nas mãos da Princesa Diana, virou desejo de milhares de mulheres pelo mundo. Um ano após a primeira aparição nas mãos da realeza, mais de 100.000 modelos tinham sidos vendidos pelo mundo. É tão famosa que tem Twitter, página exclusiva e até um curta metragem “The Lady Noire Affair”. Marion Cotillard é garota propaganda da bolsa.

O padrão cannage de costura, exclusivo de Dior, faz com que ela seja reconhecida imediatamente como uma verdadeira obra de arte. Ambos os tamanhos contam com acabamento em verniz ou em couro de bezerro, e com adornos metálicos prateados, como o elo das alças e as letras ‘D-I-O-R’, penduradas em um dos lados, marcando a assinatura da grife. Pra variar, o precinho varia entre vários mil dólares.

Esses dias, em uma das minhas compras imaginárias pela web, dei de cara com um modelinho parecido e fofo no site da Marisa. Tive que compartilhar. Se o chaveiro fizer falta, dou a dica: algumas lojas de bijuterias oferecem chaveiros em strass com as iniciais do seu nome. É só pendurar na alça e personalizar sua Lady Dior genérica. Que tal?

Bolsa em matelassê – por R$ 59,99

Anúncios